Alunos Online


Silabada

A silabada acontece quando desconhecemos a tonicidade das sílabas de determinados vocábulos. É um vício prosódico que pode afetar a produção de sentidos do discurso.

Por: Luana Castro Alves Perez A silabada é vista como um vício prosódico. Para evitá-la, é preciso conhecer a sílaba tônica das palavras

A silabada é vista como um vício prosódico. Para evitá-la, é preciso conhecer a sílaba tônica das palavras

A prosódia é um interessante elemento estudado pela Fonética e Fonologia da língua portuguesa, áreas que classificam os aspectos sonoros das palavras. Está intrinsecamente relacionada com a maneira como emitimos as palavras, regulando a correta emissão das sílabas tônicas de acordo com as normas do idioma. Quando proferimos uma palavra de maneira errada, cometemos uma silabada.

Afinal, o que é silabada? Ela acontece quando desconhecemos a sílaba predominante de uma palavra, ou seja, a sílaba tônica. O erro fica ainda mais recorrente se o vocábulo não apresenta a sílaba forte marcada por acento gráfico, já que a acentuação facilita seu reconhecimento e, portanto, a correta pronúncia. É considerada como um vício prosódico cuja característica é o deslocamento do acento tônico de um vocábulo. Observe alguns exemplos de silabada:

A ocorrência da silabada é muito comum entre os falantes da língua portuguesa
A ocorrência da silabada é muito comum entre os falantes da língua portuguesa

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Geralmente, o acento tônico é proveniente da língua de origem da palavra e, ao contrário do que muitos pensam, não é resultado de convenções gramaticais. Dessa forma, o acento tônico de determinado vocábulo deve ser respeitado, caso contrário podemos ser mal compreendidos ao emitir uma palavra diferente daquela pretendida. Isso acontece porque na língua portuguesa o acento tônico pode atuar como elemento de distinção de significado vocabular. Observe os exemplos:

Continuo (conjugação do verbo continuar) e contínuo (substantivo)
Dúvida (substantivo) e duvida (conjugação do verbo duvidar)
Édito (substantivo) e edito (conjugação do verbo editar)
Pode (3ª pessoa do presente do indicativo) e pôde (3ª pessoa do pretérito perfeito do indicativo)

Agora que você já conhece esse indesejado e corriqueiro vício fonético, fique atento para não confundir o acento tônico das palavras. Bons estudos!


Aproveite para conferir nossa videoaula relacionada ao assunto: