Alunos Online


Sintaxe do modo subjuntivo e de seus tempos

O uso do modo subjuntivo e de seus tempos verbais é caracterizado por relações sintáticas específicas que se estabelecem na construção do enunciado.

A escolha do uso de determinado modo verbal e de seu tempo é um processo que se realiza a partir da intencionalidade do enunciador, ou seja, se considerarmos o fato como certo e real, escolheremos expressar-nos no modo indicativo. No entanto, se considerarmos o fato como incerto, duvidoso, nossa escolha, nesse caso, será diferenciada. É sobre essa segunda opção que trataremos neste texto: o emprego e o sentido do modo subjuntivo e seus tempos verbais.

Modo subjuntivo

É aquele que utilizamos para expressar incerteza, dúvida, eventualidade ou, até mesmo, irrealidade da realização ou não de um fato.

Observe os diferentes empregos desse modo e seus tempos:

Presente do subjuntivo

1 – pode indicar um fato presente

É lamentável que nem todas as pessoas possuam um lar.

É justo que todos tenham direito à saúde pública.

2 – pode indicar um fato futuro

Estarei em casa, caso necessitem de mim.

Que você seja muito feliz no seu novo emprego.

 

Pretérito imperfeito do subjuntivo

1 – pode ter o valor de passado – uso associado ao tempo passado com o verbo da oração principal no pretérito imperfeito do indicativo.

Todos os fins de semama, chovesse ou fizesse sol, estávamos no litoral.

Não havia nenhuma palavra sua que o convencesse.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

2 – pode ter o valor de futuro – uso associado ao tempo futuro com o verbo da oração principal com sentido de futuro.

Às segundas, tomava o ônibus que chegasse primeiro.

Se ela esquecesse a mágoa, talvez pudesse reconciliar-se com ele.

3 – pode ter o valor de presente uso associado ao tempo presente com o verbo da oração principal no futuro do pretérito do indicativo.

Tivesses humildade, terias mais amigos.

 

Se soubesse a verdade, não ficaria tão insegura.

 

Pretérito perfeito do subjuntivo

1 – exprime um fato passado (supostamente concluído).

Espero que você tenha me perdoado, depois de toda aquela explicação.

2 – exprime um fato futuro (terminado em relação a outro fato futuro).

Espero que você tenha lavado as louças quando eu voltar do trabalho.

 

Pretérito mais-que-perfeito do subjuntivo

1 – pode indicar uma ação anterior a outra ação passada.

Esperei até que tivesse terminado de comer e pudéssemos conversar.

2 – pode indicar um ação irreal no passado.

Se ele houvesse estudado, conseguiria a aprovação.

 

Futuro do subjuntivo

1 – para marcar a eventualidade do futuro. É utilizado em orações subordinadas.

Se eu preparar o jantar, você lava as louças?

O modo subjuntivo e seus tempos verbais possuem relações sintáticas específicas

O modo subjuntivo e seus tempos verbais possuem relações sintáticas específicas

Por: Mariana Rigonatto