Alunos Online


Substantivos sobrecomuns

Os substantivos sobrecomuns apresentam uma particularidade interessante: eles não admitem variação quanto ao gênero.

Por: Luana Castro Alves Perez Criança, testemunha, vítima, gênio e criatura são alguns exemplos de substantivos sobrecomuns

Criança, testemunha, vítima, gênio e criatura são alguns exemplos de substantivos sobrecomuns

O que as palavras ídolo, gênio, criança, criatura e anjo têm em comum? Além de serem classificadas como substantivos, elas apresentam outra particularidade: tente, agora mesmo, flexioná-las quanto ao gênero. Conseguiu? Não? O que há de errado com essas palavras então? Os substantivos não são palavras variáveis e, por isso, não deveriam sofrer sempre flexão de gênero, número e grau?

Pois então, a nossa matéria-prima é a língua portuguesa e, em se tratando de língua portuguesa, algumas exceções são possíveis. Os substantivos ídolo, gênio, criança, criatura e anjo são exemplos de substantivos sobrecomuns e, como o próprio nome já diz, não se encaixam nos parâmetros de flexão quanto ao gênero. Isso significa que eles não admitem contrastes morfológicos ou sintáticos que evidenciem os diferentes sexos (feminino e masculino). Ainda está difícil? Não entendeu muito bem? Veja só alguns exemplos:

Renato Russo é meu ídolo!
Marisa Monte é meu ídolo!
(errado: Marisa Monte é minha ídola!)

Stephen Hawking é um gênio da Física e da Cosmologia!
Marie Curie foi um gênio da Física e da Química.
(errado: Marie Curie foi uma gênia da Física e da Química.)

A testemunha, Ângela dos Santos, foi ouvida pelo juiz.
A testemunha, João da Silva Marques, foi ouvida pelo juiz.
(errado: O testemunho, João da Silva Marques, foi ouvido pelo juiz.)

Conforme você pôde observar, os substantivos sobrecomuns apresentam apenas um gênero tanto para o masculino quanto para o feminino. Eles não sofrem qualquer alteração morfológica, assim como não deve sofrer alterações toda a construção sintática da frase. Além dos substantivos citados no início do texto e nos exemplos acima, existem outros que engrossam a lista dos substantivos sobrecomuns.Veja só alguns deles:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

a criança 
a testemunha
 o indivíduo
a vítima
 a criatura
o cônjuge
o algoz

o carrasco
o ente
o membro
o monstro
o neném
o ser
o verdugo (sinônimo de algoz, carrasco)
fim
planeta
cometa
mapa
fantasma
árvore
tribo
catástrofe
hipérbole
linguagem
linhagem

Além dos substantivos sobrecomuns, existem também os substantivos epicenos, que, assim como os primeiros, apresentam apenas um gênero gramatical. A diferença entre eles é que os epicenos são empregados apenas para designar animais, como jacaré, cobra, águia, falcão, formiga, gaivota etc. Vale lembrar que, se você quiser determinar o sexo dos substantivos sobrecomuns (nem todos possuem marcação de gênero, vide planeta, cometa, mapa, linguagem etc.), poderá fazer as seguintes construções sintáticas:

Para os sobrecomuns:

As crianças disseram ter visto o fantasma de uma mulher perto do cemitério!
A vítima, um rapaz de aproximadamente 20 anos, teve o celular e os documentos roubados.

Para os epicenos, opte pelas seguintes construções:

Uma fêmea de jacaré foi capturada por moradores ribeirinhos do rio Amazonas.
Uma cobra-macho de espécie rara foi levada para estudos no Instituto Butantan.

Sempre que houver uma dúvida, não erre, consulte-nos. Bons estudos!

Aproveite para conferir a nossa videoaula relacionada ao assunto: