Sujeito simples, sujeito composto e indeterminado

Entre os tipos de sujeito, estão o simples, o composto e o indeterminado.

Por Alunos Online
O núcleo define o tipo de sujeito, que pode ser simples, composto ou indeterminado na oração.
O núcleo define o tipo de sujeito, que pode ser simples, composto ou indeterminado na oração.
PUBLICIDADE

Entre os tipos de sujeito existentes, vejamos simplificadamente o sujeito simples, o composto e o indeterminado:

Sujeito simples – é quando na frase existe uma ação sendo praticada por um núcleo no singular ou plural. Por que um núcleo? Porque nem sempre o sujeito simples é uma pessoa, pode ser, por exemplo, um grupo (turma, bando, orquestra), um numeral (dois, cinco), um pronome (ele, ela, nós), uma palavra substantivada (o amor, o falar).

Observe a diferença:

1. A criança gostou do seu sorriso. (Quem pratica a ação? A criança: quantos núcleos? Só um: criança.)

2. A criança e a avó gostaram do seu sorriso. (Quem pratica a ação? A criança e a avó: quantos núcleos? Dois: criança e avó.)

Assim, são exemplos de sujeitos simples:

a) A turma já foi embora. (núcleo: turma)
b) Os dois gostaram do filme. (núcleo: dois)
c) Alguém gostaria de ler o texto: (núcleo: alguém)
d) O falar muito às vezes causa problemas. (núcleo: falar)
e) Os ensaios de hoje foram muito cansativos. (núcleo: ensaios)

Sujeito composto - é representado por mais de um núcleo, como vimos acima. Lembre-se que o sujeito sempre está ligado à ação praticada:

a) Ana e Leo gostam um do outro. (núcleos: Ana e Leo)
b) As novelas e propagandas não acrescentam nada à vida. (núcleos: novelas e propagandas)
c) Eu e ele não queremos você chorando mais! (núcleos: eu e ele)
d) As uvas, os morangos e os mamões estão maduros demais! (núcleos: uvas, morangos e mamões)

Sujeito indeterminado – Ocorre quando não conseguimos determinar quem praticou a ação de fato. O sujeito existe, mas não conseguimos identificá-lo. Pode aparecer em duas situações:

1. O verbo aparece na terceira pessoa do plural dentro de um contexto, ou seja, de uma situação em que não foi citado o agente da ação anteriormente. Observe a diferença:

a) Armazenaram a comida em um depósito. (Alguém praticou a ação de armazenar, mas não se sabe quem.)

b) Os alunos fizeram a campanha de doação de alimentos. Então, armazenaram a comida em um depósito na escola. (É possível identificar quem praticou a ação de armazenar: os alunos).

2. O verbo aparece na terceira pessoa do singular e é acompanhado pelo pronome “se” como índice de indeterminação do sujeito, logo, a oração não possuirá objeto direto.

a) Precisa-se de voluntários no hospital.
b) Aluga-se apartamento neste condomínio.
c) Come-se muito bem nesta cidade.

Aproveite para conferir as nossas videoaulas relacionadas ao assunto:

 

DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Tecidos vegetais
Clique e revise as principais funções dos tecidos vegetais.

..................................................

Cone
Relembre as fórmulas para calcular área e volume do cone.

..................................................