Alunos Online


Verbo pôr

Classificado como um verbo irregular, o verbo pôr apresenta características que precisam ser observadas para que se faça uma correta conjugação.

Por: Luana Castro Alves Perez O verbo pôr, por ser um verbo irregular, é motivo de muitas dúvidas entre os falantes da língua portuguesa

O verbo pôr, por ser um verbo irregular, é motivo de muitas dúvidas entre os falantes da língua portuguesa

 Verbos irregulares. Você sabe o que são?

Diferentemente dos chamados verbos regulares, os verbos irregulares não apresentam um modelo de conjugação, já que sofrem algumas alterações em seus radicais ou em suas terminações. Muitos são os verbos que provocam dúvidas na fala e na escrita, e entre eles está o verbo “pôr”, classificado como verbo irregular.

Confira algumas das principais dúvidas relacionadas com a conjugação do verbo “pôr”:

  • Qual é a grafia correta, puser ou puzer?: Lembre-se de que, nas formas verbais de “pôr”, o som /z/ sempre será escrito com “s”, portanto o correto é puser. Observe:

    Eu pus
    Tu puseste
    Ele pôs
    Pusemos
    Puseram
    Pusesse
    Pusera
    Pusermos
    Puserem

  • Qual é a forma correta, por ou pôr?: As duas formas estão corretas, contudo, pôr acentuado indica a forma verbal, enquanto por sem o acento circunflexo indica a preposição. O Novo Acordo Ortográfico, em vigência desde o final de 2012, aboliu todos os acentos utilizados para diferenciar palavras de igual grafia, como pêlo (substantivo) e pelo (preposição), exceto o acento que diferencia a palavra em questão.

Vou pôr meu casaco, pois o dia está frio.
As negociações com a empresa estão por um fio.

  • Se eu pôr ou se eu puser?: Por ser um verbo irregular, o verbo “pôr” afasta-se do paradigma de conjugação que rege os verbos regulares. O verbo “pôr”, quando indicar o futuro do subjuntivo, apresentará a forma puser. Muitos falantes acabam deslizando na conjugação porque, nos verbos regulares, as formas do futuro do subjuntivo são iguais às do infinitivo. Observe:

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Se eu pôr meu casaco, não sentirei frio. (errado)
Se eu puser meu casaco, não sentirei frio. (certo)

  • Quais são as variações verbais do verbo “pôr”?: A terminação da conjugação do verbo “pôr” é OR, por isso ele está estruturado de forma única. Observe:

Eu ponho meu carro no estacionamento.
Eu pus minha mochila em cima da mesa.
Eu punha o casaco e enfrentava a manhã de inverno.
Eu porei meus livros na biblioteca.
Eu poria meus chinelos se não fizesse tanto frio.

  • Qual verbo usar, pôr ou colocar?: O verbo “colocar” é uma espécie de “verbo coringa” em situações nas quais temos dificuldades para empregar corretamente o verbo “pôr”. Colocar é um verbo regular, por isso nos sentimos mais à vontade para usá-lo. Contudo, nem sempre o verbo “pôr” é empregado com seu significado específico (colocar), já que muitas vezes ele funciona apenas como verbo-suporte. Observe:

O presidente pôs em prática as promessas de campanha.
Os erros cometidos puseram em xeque a credibilidade da empresa.
O jornal pôs em destaque a notícia sobre o avanço econômico.

-Nesses casos específicos, opte pelo verbo “pôr”, já que o verbo “colocar” tem seu significado associado à ideia de local ou posição. Dê preferência à norma-padrão e, em caso de dúvidas, empregue o verbo “colocar”, mas analise antes o contexto para fazer o uso correto.