Alunos Online


Camada de valência

Camada de valência é o termo utilizado para a região mais distante do núcleo do átomo que apresenta elétrons.

Por: Diogo Lopes Dias Representação do núcleo de eletrosferas de um átomo

Representação do núcleo de eletrosferas de um átomo

Um átomo é composto por duas regiões básicas: o núcleo (região central) e as eletrosferas (localizadas em volta do núcleo). A eletrosfera mais distante do núcleo é denominada de camada de valência.

As eletrosferas são níveis de energia ou camadas eletrônicas. Se um átomo apresenta três eletrosferas (K, L e M), por exemplo, sua camada de valência será a terceira, ou seja, o nível M.

Níveis de um átomo do elemento argônio
Níveis de um átomo do elemento argônio

Agora, de que forma podemos determinar a camada de valência de um átomo? Há algumas maneiras possíveis, detalhadas a seguir:

  • Utilizando a tabela periódica

Para encontrar a camada de valência utilizando a tabela periódica, basta analisar o período (coluna horizontal) em que o elemento químico está. Na tabela, existem sete períodos:

Períodos da tabela periódica
Períodos da tabela periódica

Obs.: Vale ressaltar que os elementos da série dos lantanídeos (coluna horizontal e de cor verde) estão no 6o período ao passo que os da série dos actinídeos (coluna horizontal e de cor azul) estão no 7o período.

O período em que o elemento químico está na tabela periódica indica exatamente o número de níveis que seus átomos apresentam e, consequentemente, mostra o número da sua última camada, ou seja, a camada de valência. Acompanhe alguns exemplos:

Exemplos com a Tabela Periódica

  • Arsênio (As)

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O elemento arsênio está localizado no 4o período da tabela, logo, seus átomos possuem um total de quatro níveis. Como o último nível é a camada de valência, no caso desse elemento, ela será a 4a camada.

  • Ósmio (Os)

O elemento ósmio está localizado no 6o período da tabela, logo, seus átomos possuem um total de seis níveis. Como o último nível é a camada de valência, no caso desse elemento, ela será a 6a camada.

O elemento hélio está localizado no 1o período da tabela, logo, seus átomos possuem apenas um nível, que é a sua camada camada de valência.

Exemplos com distribuição eletrônica

    Para determinar a camada de valência de um átomo por meio da distribuição eletrônica, basta utilizar o número atômico no diagrama de Linus Pauling, como nos exemplos abaixo:

    • Estrôncio (Z = 38)

    Distribuição eletrônica do estrôncio
    Distribuição eletrônica do estrôncio

    Analisando a distribuição eletrônica do estrôncio, observamos que o quinto nível é o mais afastado do núcleo. Por isso, sua camada de valência é a 5a.

    • Férmio (Z = 100)

    Distribuição eletrônica do férmio
    Distribuição eletrônica do férmio

    Analisando a distribuição eletrônica do férmio, observamos que o sétimo nível é mais afastado do núcleo. Por isso, sua camada de valência é a 7a.





    Aproveite para conferir nossa videoaula sobre o assunto: