Alunos Online


Como reconhecer uma transformação química?

Algumas evidências para se reconhecer uma transformação química são: efervescência, precipitado, mudança de cor, aparecimento de luz e transferência de calor.

Por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça Observação de efervescência em reação química

Observação de efervescência em reação química

No texto Fenômenos Físicos e Químicos foi mostrado que as duas principais transformações pelas quais a matéria passa é a física (a constituição do material não muda, ele apenas sofre uma mudança de formato e tamanho) e química (a composição do material é alterada).

Mas como podemos identificar se houve realmente uma transformação química, ou seja, uma reação química, ou se simplesmente ocorreu um fenômeno físico? Para tal existem algumas características dos materiais que podem ser observadas antes e depois da transformação, além de algumas manifestações visuais, mudanças físicas, que ocorrem durante a reação.

As principais estão alistadas abaixo, mas lembre-se de que as reações químicas ocorrem em nível microscópico, havendo um rearranjo dos átomos em que as ligações que formam as substâncias iniciais (reagentes) são rompidas e são realizadas novas ligações químicas para a formação de novas substâncias (produtos). Portanto, as maneiras de identificar as reações mencionadas abaixo não são aplicáveis em 100% dos casos. Muitas ocorrem sem nenhuma alteração visual. Assim, para uma determinação segura se houve ou não reação, é necessária a determinação das propriedades específicas dos reagentes e dos produtos, como pontos de fusão e ebulição, densidade e solubilidade.

* Efervescência: Observa-se a formação de bolhas quando a reação envolve a formação de alguma substância gasosa. A imagem abaixo mostra um comprimido de antiácido estomacal que é colocado na água. Sabemos que ocorre uma efervescência muito grande. O gás não estava presente na água e no comprimido isoladamente, mas foi formado pela reação entre eles.

Comprimido efervescente em água, um exemplo de reação química

* Precipitado: Muitas vezes quando duas substâncias líquidas ou em solução aquosa reagem, ocorre a formação de um precipitado, que pode ser um sólido ou uma turvação de uma solução líquida que fica bem visível. Por exemplo, quando misturamos nitrato de chumbo e iodeto de potássio, forma-se um precipitado amarelo que é uma nova substância, o iodeto de chumbo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Formação do precipitado iodeto de chumbo

* Mudança de cor: Essa alteração física geralmente é resultado de reações em que há transferência de elétrons (oxirredução), ocorrendo a formação de cátions que fornecem a cor característica. Por exemplo, uma solução aquosa de sulfato de cobre II é azul porque possui os cátions cobre (Cu2+). Outro exemplo é a queima dos fogos de artifício, que usa sais de diferentes cátions para originar o efeito colorido que é visto.

Transformações químicas com mudança de cor podem ser vistas em muitos casos, como no apodrecimento das frutas, água sanitária em tecido colorido, queima de papel, cozimento dos alimentos, quando as folhas das árvores vão secando e no enferrujamento dos pregos.

Houve mudança de cor nesses pregos enferrujados em virtude da ocorrência de uma reação de oxirredução

* Absorção ou liberação de energia: Essa manifestação pode ser de várias formas, tais como:

  • Calor: As reações que ocorrem com absorção de calor — que são chamadas de reações endotérmicas — fazem com que a vizinhança do sistema fique fria. Já as que ocorrem com liberação de calor — as reações exotérmicas, como as reações de combustão, deixam a vizinhança com a temperatura mais alta.

A queima de palito de fósforo é uma reação de combustão que libera calor

  • Eletricidade: Isso acontece, por exemplo, nas pilhas e baterias, que são dispositivos capazes de transformar energia química em energia elétrica por meio de reações espontâneas de oxirredução (em que há transferência de elétrons).

Na pilha ocorrem reações químicas

  • Luz: O aparecimento de chama ou luminosidade é uma evidência de que houve reação. Isso na queima de álcool, do carvão, do palito de fósforos, entre outros.





Aproveite para conferir nossas videoaulas relacionadas ao assunto: