Alunos Online


Composição química do amianto

A composição química do amianto ou asbesto é dada por silicatos hidratados de ferro e magnésio que podem conter também cálcio e sódio.

Por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça Fibras de amianto crisotila

Fibras de amianto crisotila

O amianto é também chamado de asbesto, e esses termos são nomes genéricos usados em referência ao grupo de mais de 30 tipos de silicatos fibrosos naturais. Mas, desses trinta, apenas seis rochas amiantíferas possuem importância econômica. Elas são divididas em dois grupos:

* Serpentinas: Correspondem ao amianto branco, que é constituído do mineral crisotilo, Mg3Si2O5(OH)4. Esse é o tipo de asbesto mais encontrado, pois ele corresponde a mais de 95% de todas as manifestações geológicas do planeta.

Conforme a imagem a seguir mostra, o amianto branco possui fibras curvas, flexíveis e sedosas:

Fibras de amianto branco
Fibras de amianto branco

O amianto crisotila apresenta uma biopersistência (tempo em que uma partícula inalada permanece no pulmão) de cerca de 21/2 dias. Isso significa que ele apresenta uma menor toxidade, não oferecendo risco mensurável em níveis de exposição inferiores a 1fibra/mL.

Estudos apontaram que esse fato deve-se às elevadas concentrações de magnésio encontradas no amianto branco, pois ele torna-se biossolúvel em razão de o núcleo de sua molécula ser composto de magnésio.

Toda a produção brasileira de amianto branco é realizada na Mina de Cana Brava em Minaçu, Goiás.

* Anfibólios: Correspondem aos amiantos azul, marrom e outros. No geral, as suas fibras são mais duras, retas e pontiagudas e correspondem a menos de 5% de todo o amianto minerado no mundo. Veja alguns exemplos de anfibólios:

  • Mineral amosita (Fe, Mg, Ca)OSiO2 . n H2O (é o amianto marrom): suas fibras são brilhantes e retas;

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Mineral tremolita Ca2Mg5Si8O22(OH)2: esse tipo de anfibólio possui fibras longas, sedosas e com pouca resistência à tração;

  • Mineral crocidolita NaFe2(SiO3)3 (é o amianto azul): suas fibras são retas e longas, de cor azul intensa, baixa fusibilidade e alta resistência aos ácidos.

Mineral crocidolita – amianto azul
Mineral crocidolita – amianto azul

Os anfibólios possuem uma maior biopersistência, permanecendo no pulmão por mais de um ano. Por isso, o uso deles é proibido em praticamente todos os países.

O amianto, seja serpentina ou anfibólio, possui propriedades físico-químicas muito interessantes para aplicação comercial. Uma delas é a sua incombustibilidade, ou seja, não queimam. É por isso que eles também são chamados de asbestos — palavra que vem do grego ásbestos e significa “incombustível”.

Já o nome amianto vem do latim amiantos, que significa “incorruptível”, pois esses minerais possuem alta resistência mecânica e às temperaturas elevadas, bem como ao ataque de ácidos, álcalis ou bactérias, não sendo corroídos. Além disso, possuem elevada durabilidade, abundância na natureza, flexibilidade (por isso são fáceis de serem tecidos), baixo custo e são bons isolantes.

Todas essas características são muito apreciadas pelos fabricantes de telhas, tanques, caixas d'água e outros produtos de construção civil que utilizam o amianto crisotila. Mas essa aplicação tem gerado muita polêmica e, inclusive, tal uso foi banido por muitos países. Entenda por que lendo o texto “Prós e Contras do Uso do Amianto”.