Alunos Online


Dicas infalíveis para o cálculo da massa molar

As dicas para cálculo de massa molar que trouxemos para você facilitarão sua vida na hora de resolver questões sobre esse assunto!

Reunimos para você dicas infalíveis para o cálculo da massa molar de qualquer substância química, já que a massa molar é um dado extremamente importante para diversos assuntos da Química, como:

Vamos às dicas:

1ª Dica: Multiplicar massa atômica pelo número de átomos

Exemplo:

H2O

Na fórmula molecular da água (H2O), temos dois átomos de hidrogênio (cuja massa atômica é 1 g/mol) e um de oxigênio (cuja massa atômica é 16 g/mol). Assim:

  • Para o Hidrogênio:

2.1 = 1 g/mol

  • Para o Oxigênio:

1.16 = 16 g/mol

2ª Dica: Somar as massas encontradas

Após multiplicar o número de átomos do elemento pela sua molar, devemos somar os valores encontrados. Ao realizar a soma, teremos então a massa molar da molécula de uma substância.

No exemplo da H2O visto na 1ª dica, encontramos, após as multiplicações, os valores 2 g/mol e 16 g/mol. Somando-os, temos a massa molar da molécula de água:

Massa molar da água = 2 + 16

Massa molar da água = 18 g/mol

3ª Dica: Quando a fórmula da molécula apresentar parênteses, devemos multiplicar cada item dentro dos parênteses pelo número posicionado à direita dele.

Exemplo:

Al2(SO4)3

No exemplo acima, temos o termo SO4 (1 átomo de enxofre e 4 átomos de oxigênio) entre parênteses e o número 3 à direita dele. Assim, devemos multiplicar o SO4 por 3, o que resulta em 3 átomos de enxofre e 12 átomos de oxigênio.

A massa molar do sulfato de alumínio (Al2(SO4)3) é:

  • Para o alumínio (cuja massa atômica é 27 g/mol):

2.27 = 54 g/mol

  • Para o enxofre (cuja massa atômica é 32 g/mol):

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

3.32 = 96 g/mol

  • Para o oxigênio (cuja massa atômica é 16 g/mol):

12.16 = 192 g/mol

Somando os valores encontrados, temos a massa molar:

Massa molar do sulfato de alumínio = 54 + 96 + 192

Massa molar do sulfato de alumínio = 342 g/mol

4ª Dica: Quando tivermos fórmula molecular de substância hidratada...

A fórmula molecular de substância hidratada apresenta sempre uma multiplicação com determinada quantidade de água, como no exemplo abaixo:

CaCl2.2H2O

Nesse caso, a multiplicação entre o CaCl2 e o 2H2O é apenas um indicador de hidratação do sal. Assim, não deve ser levada em consideração na determinação da massa molar. Porém, devemos sempre multiplicar o coeficiente na frente da água (no exemplo, o número 2) pela número de átomos dela (2 átomos de hidrogênio e 1 átomo de oxigênio).

No exemplo, temos 1 átomo de cálcio (Ca), 2 átomos de cloro (Cl), 4 átomos de hidrogênio e 2 átomos de oxigênio. Por isso, a massa molar do cloreto de cálcio di-hidratado é:

  • Para o cálcio (cuja massa atômica é 40 g/mol):

1.40 = 40 g/mol

  • Para o cloro (cuja massa atômica é 35,5 g/mol):

2.35,5 = 71 g/mol

  • Para o hidrogênio (cuja massa atômica é 1 g/mol):

4.1 = 4 g/mol

  • Para o oxigênio (cuja massa atômica é 16 g/mol):

2.16 = 32 g/mol

Somando os valores encontrados, temos a massa molar:

Massa molar do cloreto de cálcio di-hidratado = 40 + 71 + 4 + 32

Massa molar do cloreto de cálcio di-hidratado = 147 g/mol





Videoaulas relacionadas:

A massa molar deve ser calculada a partir das fórmulas das substâncias químicas

A massa molar deve ser calculada a partir das fórmulas das substâncias químicas

Por: Diogo Lopes Dias

Artigos Relacionados