Alunos Online


Eletroafinidade ou Afinidade Eletrônica

Por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça A medida da eletroafinidade do átomo da figura é feita pela energia liberada por ele ao “capturar” um elétron

A medida da eletroafinidade do átomo da figura é feita pela energia liberada por ele ao “capturar” um elétron

Definição de eletroafinidade ou afinidade eletrônica

Conforme o próprio nome diz, essa energia é definida assim porque ela mede o grau de afinidade ou a atração do átomo pelo elétron adicionado. Pode-se equacionar esse fenômeno conforme mostrado abaixo para um átomo genérico X:

X0(g) + e- → X-(g) + Energia

A unidade geralmente usada para expressar a eletroafinidade é o elétron-volt (eV), que mede, por assim dizer, a intensidade com que o átomo “segura” o elétron.

Essa medida é muito difícil de ser feita experimentalmente; e por isso ainda não foi definida para todos os elementos da tabela periódica, como, por exemplo, para os gases nobres e os metais alcalinoterrosos. Mas essa propriedade é especialmente importante para os ametais, principalmente para os halogênios e o oxigênio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Com base nos valores que já se obteve para esses e outros elementos da tabela periódica, pode-se fazer uma relação do seu aumento em relação a elementos numa mesma família e período:

  • Na mesma família:a eletroafinidade costuma aumentar de baixo para cima;
  • No mesmo período:a eletroafinidade geralmente aumenta da esquerda para a direita.

Eletroafinidade ou afinidade eletrônica na Tabela Periódica





Videoaula relacionada:

Artigos Relacionados