Alunos Online


Metanol

Por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça O metanol é inflamável e é o mais tóxico dos álcoois, precisando ser manuseado com cuidado para não ser inalado e não entrar em contato com a pele

O metanol é inflamável e é o mais tóxico dos álcoois, precisando ser manuseado com cuidado para não ser inalado e não entrar em contato com a pele

O metanol é o composto orgânico do grupo dos álcoois de estrutura mais simples, conforme mostrado abaixo:

Fórmula estrutural do metanol

Ele possui ponto de fusão de -97 ºC eponto de ebulição igual a 64,7 ºC. Outra propriedade importante desse composto é que ele possui solubilidade infinita na água, que é explicada porque ele possui moléculas pequenas que interagem com as moléculas de água, formando pontes de hidrogênio.

O metanol possui várias aplicações, como na fabricação de polímeros. É também usado como solvente em processos de obtenção de produtos de origem animal e vegetal, na produção do formol, do biodiesel, no preparo de medicamentos, na obtenção do MTBE (éter metílico-terciobutílico) usado para aumentar a octanagem da gasolina, e também como combustível em motores a explosão, como os de determinados carros de corrida e de aeromodelos.

Durante um tempo de escassez do etanol no Brasil, nos anos 1980, importou-se metanol dos Estados Unidos para ser usado como combustível. Porém, assim que os estoques de etanol voltaram à normalidade, retirou-se o metanol do mercado. Isso porque o seu uso como combustível apresenta muitos aspectos negativos, como, por exemplo, o fato de corroer o aço e de ser altamente tóxico.

Além disso, sua chama é invisível a olho nu, o que dificulta o controle de incêndios provocados por ele. Somente a vítima é capaz de dizer, pela temperatura que sente, se o fogo foi apagado ou não. Um exemplo que mostra como ele é perigoso: em 29 de maio de 2006, na Fórmula Indy, um dos membros da equipe do piloto estadunidense Sam Hornish Jr. teve seu corpo coberto de chamas. O acidente foi desencadeado pelo fato de o piloto ter tentado sair do pit-stop com a mangueira ainda presa ao carro. Com isso, houve o vazamento do combustível.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Acidente com vazamento de metanol na Fórmula Indy
Acidente com vazamento de metanol na Fórmula Indy

Esse composto é o mais tóxico do grupo dos álcoois, podendo causar intoxicações graves (que levam à cegueira), distúrbios neurológicos, colapso do sistema respiratório e até a morte; seja por inalação, ingestão ou absorção pela pele. No ano de 1999, 40 pessoas morreram em Salvador após a ingestão de cachaça contaminada com metanol.

Segundo as nomenclaturas usuais, o metanol pode também ser chamado de álcool metílico ou carbinol. Além disso, é também chamado de “álcool de madeira”, pois durante muito tempo a destilação da madeira a seco, em retortas na ausência de ar, foi o único método de sua obtenção.

Obtenção de etanol por destilação da madeira

Conforme mostrado acima, essa técnica de obtenção do metanol não produz somente esse composto. Pelo contrário, a sua porcentagem é muito pequena; sendo, portanto, um método inviável economicamente.

Hoje o metanol pode ser obtido por meio de reações com monóxido de carbono na presença de um catalisador metálico, que pode ser o cobre ou o zinco; ou a partir do gás carbônico na presença dos mesmos catalisadores:

CO(g) + 2 H2(g) CH3OH(g) + H2O(l)
CO2(g) + 3 H2(g) CH3OH(g) + H2O(l)