Alunos Online


Michael Faraday e eletrólise

A relação entre Michael Faraday (1791-1867) e eletrólise começou por volta de 1825. A dedicação desse nobre cientista nesta área foi tanta que chegou a ser considerado o maior cientista experimental do século XIX. O que o motivou foi a descoberta de que a matéria tem propriedades magnéticas.

Partiu do princípio de que “Os átomos da matéria devem ser, de algum modo, dotados de poderes elétricos”, frase escrita por Faraday. Ele seria o primeiro a estudar sobre a relação entre eletricidade e magnetismo, trabalho reconhecido e publicado no ano de 1821, com o título de "rotação eletromagnética" (princípio por trás do funcionamento do motor elétrico).

As contribuições de Faraday para a área de campos elétricos e magnéticos não param por aí. Além das leis de eletrólise, Faraday foi ainda capaz de realizar descobertas relacionadas ao princípio de funcionamento de geradores e linhas de força magnética.

Faraday também teve suas contribuições na Química orgânica, foi responsável pela produção dos primeiros cloretos de carbono (C2Cl6 e C2Cl4), pela descoberta do benzeno e de como liquefazer gases (cloro e dióxido de carbono). Esse último trabalho possibilitou o desenvolvimento dos métodos de refrigeração.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
MIchael Faraday: físico-químico inglês

MIchael Faraday: físico-químico inglês

Por: Líria Alves

Artigos Relacionados