Alunos Online


Sal de amônio quaternário

Sal de amônio quaternário é um composto orgânico nitrogenado que apresenta quatro radicais orgânicos ligados a um mesmo átomo de nitrogênio.

Por: Diogo Lopes Dias Os xampus apresentam o sal de amônio quaternário em sua formulação

Os xampus apresentam o sal de amônio quaternário em sua formulação

Os sais de amônio quaternário são compostos orgânicos que apresentam um cátion derivado do amônio (grupo catiônico de fórmula NH4+) ligado a um ânion qualquer (X-).

O cátion de um sal de amônio quaternário apresenta quatro radicais orgânicos (alquila ou arila) ligados ao nitrogênio (N), resultado da substituição dos quatro hidrogênios presentes no amônio (NH4+).
 


Estrutura geral de um sal de amônio quaternário

Obs.: Radicais arila são aqueles que apresentam anel ou anéis aromáticos, e os alquila são aqueles que não os apresentam.

Exemplos de radicais alquila e arila
Exemplos de radicais alquila e arila

Propriedades ou características dos sais de amônio quaternário

a) Com relação à solubilidade

Geralmente, os sais de amônio são solúveis em água ou em solventes orgânicos polares e praticamente insolúveis em solventes orgânicos apolares.

b) Propriedades organolépticas (relacionadas aos cinco sentidos)

Esses compostos não possuem odor, porém apresentam sabor característico de um sal.

c) Com relação à capacidade de reação com outras substâncias químicas

Os sais de amônio possuem grande capacidade de reagir, assim, atuam como se fossem sais de Arrhenius com bases inorgânicas fortes (formadas por metais alcalinos ou acalinoterrosos), o que resulta em um novo sal e uma nova base.

d) Com relação ao aspecto físico

Os sais de amônio quaternário são sólidos à temperatura ambiente, apresentando-se geralmente na forma de cristais incolores.

e) Com relação às mudanças de estados físicos

As interações entre os cátions e os ânions nos cristais do sal de amônio quaternário são muito intensas. Por isso, seu ponto de fusão e de ebulição são extremamente elevados, a ponto de, em vez de promover a mudança de estado físico, ocorrer a decomposição da substância.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

f) Com relação à densidade

Os sais de amônio quaternário, de uma forma geral, apresentam uma densidade maior que a da água.

Regra de nomenclatura dos sais de amônio quaternários

Nome do ânion + de + nome dos radicais em ordem alfabética + amônio

Obs.: Os nomes dos radicais são separados por hífen. Já entre o nome do último radical e o termo amônio, o hífen torna-se opcional.

1º Exemplo:

Fórmula estrutural de um sal de amônio com radicais iguais
Fórmula estrutural de um sal de amônio com radicais iguais

O sal de amônio desse exemplo possui os seguintes componentes:

  • Radicais etil apenas (CH3-CH2-);

  • Ânion fosfato (PO4-3).

Logo, seguindo a ordem alfabética, seu nome será fosfato de tetraetilamônio.

2º Exemplo:

Fórmula estrutural de um sal de amônio com radicais diferentes
Fórmula estrutural de um sal de amônio com radicais diferentes

O sal de amônio desse exemplo possui os seguintes componentes:

  • Radical benzil à direita do N;
  • Radical propil acima do N;
  • Radical octadecil à esquerda do N;
  • Radical metil abaixo do N;
  • Ânion brometo (Br-1).

Assim, seguindo a ordem alfabética, seu nome será brometo de benzil-octadecil-metil-propilamônio

Utilizações dos sais de amônio quaternário

Os sais de amônio quaternário são mais comumente utilizados em:

  • Desinfetantes domésticos;
  • Surfactantes (utilizados para favorecer a solubilização de um composto em outro);
  • Amaciadores de roupas;
  • Xampus;
  • Conservante em soluções de cloreto de sódio;
  • Fluidificantes nasais;
  • Compressas de curativos;
  • Antissépticos;
  • Desodorantes de uso pessoal;
  • Umectantes;
  • Detergentes;
  • Germicidas, por serem capazes de desnaturar proteínas.