Alunos Online


Silício

O silício é um elemento de número atômico igual a 14 que só é encontrado na natureza na forma combinada. Ele é usado como matéria-prima de vários produtos importantes.

O silício (Si) é um elemento químico de número atômico igual a 14 e pertence ao 3º período da família VI A ou 16 da tabela periódica, a mesma família do carbono. Inclusive, por essa razão, ele possui estrutura semelhante à do diamante (um dos alótropos naturais do carbono) e suas reações químicas também são semelhantes às do carbono.

O silício foi descoberto em 1824, pelo químico sueco Jöns Jacob Berzelius, por meio do aquecimento de tetrafluoreto de silício com potássio.


Berzelius foi o primeiro a preparar o silício

O silício é o segundo elemento mais abundante na crosta terrestre (27,7%), ficando atrás somente do oxigênio. Ele é encontrado em praticamente todas as rochas, areias, barros e solos.

O silício não é encontrado isolado na natureza e, inclusive, combina-se com o oxigênio para formar a sílica (SiO2 - dióxido de silício). Combina-se também com outros elementos para formar principalmente o quartzo – SiO2, os asbestos – H4Mg3Si2O9, a zeolita – Na2(Al2Si3O10).H2O e a mica – K2Al2(Al2Si3O10).H2O.

Falando um pouco dos asbestos, existem mais de trinta tipos desses silicatos fibrosos naturais encontrados no solo e que são mais conhecidos por “amianto”. Somente seis desses apresentam interesse comercial. Os dois grupos principais de rochas amiantíferas são: (1) Serpentinas, o amianto branco que corresponde a mais de 95% de todas as manifestações geológicas da Terra e é constituído do mineral crisotilo (Mg3Si2O5(OH)4); (2) Anfibólios, que são os amiantos marrom, azul e outros, que correspondem a menos de 5% de todo o amianto minerado no mundo e que são constituídos dos minerais tremolita (Ca2Mg5Si8O22(OH)2) e amosita ((Fe, Mg, Ca)OSiO2 . n H2O).

O amianto é muito utilizado na produção de telhas, tanques, caixas d’água, em diversos produtos da construção civil e para isolar termicamente máquinas e equipamentos. No entanto, essa aplicação dos asbestos gera muita polêmica porque a respiração da poeira de suas fibras leva a uma doença pulmonar conhecida como silicose, além da asbestose, muito conhecida como “pulmão de pedra”, e outros problemas de saúde.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Atualmente, no Brasil, a extração, industrialização, utilização, comercialização e transporte dos materiais feitos com amianto seguem uma regulamentação.


Fibra de amianto branco e telha fabricada com ela

O silício forma também polímeros de condensação semelhantes aos formados pelo carbono. Um dos polímeros de silício mais usados é o silicone, que é formado principalmente pela polimerização do dicloro-dimetil-silano ou do dicloro-difenil-silano. A seguir temos a estrutura fundamental que forma uma molécula genérica de um polímero de silicone (o R representa qualquer radical orgânico).

               R            R            R            R
               │            │             │            │
… ─ O ─ Si ─ O ─ Si ─ O ─ Si ─ O ─ Si ─ O ─ …
               │            │             │            │
               R            R             R           R

O silicone pode ser usado para diversas aplicações, dentre elas, podem ser destacadas: brinquedos, bicos de mamadeiras, toucas de natação, polidores de carro, borrachas de alta resistência, plásticos para equipamentos cirúrgicos, colas de silicone para vedação, próteses usadas para implantes em cirurgias plásticas, dentre outros.


Aplicações do silicone em cola para vedação e em prótese mamária

Mas a aplicação mais conhecida do silício é em semicondutores, usados em componentes de circuitos e chips eletrônicos.


O silício é um sólido duro, de cor cinza escuro com um certo brilho metálico, que é muito usado na produção da maior parte dos circuitos eletrônicos.

O silício é um elemento químico

O silício é um elemento químico

Por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça