Alunos Online


Faça intercâmbio e conheça o mundo!

Por: Marla Rodrigues É hora de viajar

É hora de viajar

No mundo globalizado em que vivemos, dormir em um ponto do globo terrestre e acordar na outra ponta é algo completamente normal. Totalmente diferente da situação por que passaram nossos avós e bisavós, que tiveram que enfrentar meses em um navio para atravessar só o Atlântico. Hoje nos bastam oito ou dez horinhas e puf! Estamos do outro lado.

Com a baixa do dólar, viajar ficou muito mais fácil e barato. E desde o ano 2000 os intercâmbios têm sido programas cada vez mais rotineiros, principalmente para os brasileiros. Além das vantagens óbvias – conhecer uma nova cultura, aprender uma língua estrangeira – os intercambistas contam com a valorização que o mercado de trabalho dá a eles. Então se você tem condições de pagar por um programa destes, vale a pena arrumar as malas já!

Os destinos mais procurados são Alemanha, Austrália, Canadá, Chile, Espanha, Estados Unidos, França e Reino Unido. Os pacotes de um mês – que incluem passagem aérea, curso (normalmente de línguas), transporte, refeição e lazer – variam de US$ 2,1 mil, para a Espanha, a US$ 4,5 mil, para a Austrália.

A opção mais indicada para os adolescentes entre 15 e 18 anos é o high school, que é o equivalente ao ensino médio brasileiro. Para estes, o mais comum é a estadia em casa de família, onde o adolescente pode se sentir mais protegido e ter a chance de estabelecer maior contato com os costumes e tradições locais. Para os jovens entre 18 e 26 anos o mais indicado é a formação acadêmica, seja ela graduação, pós, mestrado ou doutorado. Neste caso, o estudante pode optar pelo alojamento estudantil (e dividir um quarto com outro estudante) ou pelo aluguel compartilhado de um apartamento. Para aqueles cuja formação acadêmica já está definida, o mais vantajoso são os cursos MBA, os cargos de trainee e os estágios. São muitas as empresas que procuram profissionais brasileiros para trabalhar fora do País.

Além dos programas de estudo, existem também os programas de trabalho e aperfeiçoamento de língua, onde o intercambista pode ficar por um período pré-estabelecido (normalmente 3 meses) estudando a língua e trabalhando ou, se fluente no idioma, apenas trabalhando. Os programas mais conhecidos são o Au Pair e True, ambos cobram um valor em torno de US$ 2 mil pelo pacote.

As empresas mais conceituadas que vendem estes programas, pacotes e passagens aéreas com preços melhores são o Student Travel Bureau e o World Study. Elas também oferecem serviços de orientação e assessoria para todo o procedimento, desde a decisão pelo melhor país até a volta segura para casa.

Para quem quer terminar o ensino médio no Brasil e começar uma faculdade no exterior, o processo é bem mais complicado, pois alguns países não aceitam o ingresso de um estrangeiro se ele não mora já há algum tempo na região. O caminho mais fácil é entrar em uma universidade brasileira e, a partir do respaldo desta, procurar uma universidade estrangeira que tenha convênios e que permita o intercâmbio de alunos. Em alguns casos é possível até conseguir bolsas de estudo.

Se você já decidiu o seu destino e o seu programa, então é hora de anotar estas dicas: faça um seguro-saúde que cubra toda a sua estadia fora do Brasil. Hospitais particulares são muito caros e a saúde pública não cuida de estrangeiros. As empresas mais conhecidas que fazem esse serviço são o Banco do Brasil, a Isis e a Young Care. Faça a carteira de estudante mundial e tenha descontos em quase todos os estabelecimentos comerciais. Se for para a Europa, prefira o Young Card, que dá vantagens para jovens de até 26 anos, independentemente de sua situação estudantil.

Caso tenha a chance de viajar a lugares por perto de onde vai morar, faça também o cartão de alberguista, que proporciona estadias bem baratas. Os albergues estão disponíveis em quase todas as cidades do mundo e garantem certo conforto para seus hóspedes. Confira a lista completa de albergues no site do Hi Hostels. Sua bagagem deve ser compatível com o lugar para onde vai. Se vai para uma cidade fria, prefira comprar roupas por lá, afinal, as vestimentas deles estão mais aptas ao clima local. Se for preciso comprar roupas, vá aos centros das cidades, onde os preços são mais em conta ou prefira as lojas de departamento como C&A e H&M.

Passagens e passaportes devem ser providenciados com bastante antecedência. As passagens sempre saem mais baratas quando compradas com uma antecedência mínima de 3 meses. Na hora de levar dinheiro, prefira os cheques de viagem, principalmente os da American Express e do Visa. Além de ser uma forma segura, pois só você pode retirar o dinheiro, é também uma forma econômica, pois estão livres de taxa e, normalmente, pagam o preço do câmbio do dia.

Agora que você já está por dentro das principais dicas sobre intercâmbio, procure o seu destino, converse com pessoas que estiveram por lá e garanta uma estadia segura, divertida e o mais importante: engrandecedora. Boa viagem!

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)